Resenha Meia Maratona Internacional de João Pessoa – PB

Percurso plano facilitou a quebra de recordes pessoais e da prova na Meia Maratona Internacional de João Pessoa

A expressão “um sol para cada um” nunca ficou tão clara para alguns corredores como no dia da Meia Maratona Internacional de João Pessoa. A largada pontualmente às 6h ajudou a amenizar o clima para corredores mas o sol não estava querendo curtir preguiça na manhã de domingo e despertou rápido, deixando o tempo quentíssimo antes de 1h30 de prova.

A orla de Jampa estava agitada com tantos tênis em movimento. Foram mais de 5 mil atletas focados em finalizar a prova em pleno verão em um percurso com poucos metros de sombra. A vantagem de curtir quatro belas praias acabou tornando a prova ainda mais desafiadora para os meios maratonistas que precisaram lutar contra a exaustão, desidratação e o famoso “contra vento” empurrando o corpo com força. Haja força, hein!

Tudo isso deixou a Meia Maratona Internacional de João Pessoa ainda mais bonita e apreciativa para quem saiu com seu medalhão no pescoço. Os atletas chegaram na virada dos 10,5 km com garra e velocidade (uma boa estratégia para aproveitar o sol ameno) e voltaram um pouco mais lentos e focatos. Muitos caminhantes para recuperar a força, um pelotão inteiro no trotinho tentando não parar mas sem casos graves. A hidratação poderosa de água gelada ajudou bastante nesse ponto.

Na chegada a animação era geral com o corredor de atletas esperando exclusivamente para bater palmas e torcer por amigos (ou desconhecidos porque na corrida de rua é assim). O locutor Romel ShowMan agitava a galera enquanto um DJ garantiu a animação até o final. Tinha painel para foto, visual lindo e tudo muito bem organizado.

O registro fotográfico do evento está disponível através na plataforma: Foco Radical.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *